Dormir bem é aliado contra o coronavírus

Dormir bem é aliado contra o coronavírus

Desde o final de 2019, o mundo vem acompanhando o desenvolvimento da Covid-19, doença causada pelo coronavírus SARS-CoV-2, que apresenta um quadro clínico que varia de infecções assintomáticas a quadros respiratórios graves.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a maioria dos pacientes com Covid-19 (cerca de 80%) podem ser assintomáticos e cerca de 20% dos casos podem requerer atendimento hospitalar por apresentarem dificuldade respiratória.

Atualmente, no Brasil, com dados atualizados no dia 22 de abril, dos 45.757 casos diagnosticados, 25.318 pessoas são consideradas recuperadas e outras 17.533 estão em acompanhamento.
Em meio a todo esse caminho percorrido pela doença, manter hábitos saudáveis e atitudes de prevenção para manter o sistema imunológico bem se tornam ações valiosas.

Há algumas alternativas que ajudam no fortalecimento imunológico para prevenir o contágio, como se hidratar, alimentar-se bem e preservar o sono. Uma das principais funções do sono é fortalecer o sistema imunológico, prevenindo inclusive as doenças virais. A melatonina – hormônio produzido enquanto dormimos – é responsável por esse processo.

Para comprovar, um estudo da Universidade Carnegie Mellon revelou que, das 153 pessoas participantes, quem dorme menos de 7 horas por noite está mais propenso a contrair resfriados e doenças relacionadas, já que ocorre diminuição da imunidade. Quando dormimos mal, também há aumento na produção de cortisol, hormônio que, em excesso, enfraquece a imunidade e provoca estresse.

Desse modo, ter uma rotina de sono saudável, respeitando horários para dormir e acordar, assim como alimentação saudável e prática de exercícios regulares, se tornam essenciais para este momento.

Além disso, é importante lembrar das seguintes recomendações de prevenção à Covid-19:

  • Lave com frequência as mãos até a altura dos punhos, com água e sabão, ou então higienize com álcool em gel 70%.
  • Ao tossir ou espirrar, cubra nariz e boca com lenço ou com o braço, e não com as mãos.
  • Evite tocar olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Mantenha uma distância mínima de cerca de 2 metros de qualquer pessoa tossindo ou espirrando.
  • Evite abraços, beijos e apertos de mãos. Adote um comportamento amigável sem contato físico, mas sempre com um sorriso no rosto.
  • Higienize com frequência o celular e os brinquedos das crianças.
  • Não compartilhe objetos de uso pessoal, como talheres, toalhas, pratos e copos.
  • Mantenha os ambientes limpos e bem ventilados.
  • Evite circulação desnecessária nas ruas, estádios, teatros, shoppings, shows, cinemas e igrejas. Se puder, fique em casa.
  • Se estiver doente, evite contato físico com outras pessoas, principalmente idosos e doentes crônicos, e fique em casa até melhorar.
  • Utilize máscaras caseiras ou artesanais feitas de tecido em situações de saída de sua residência.

Fonte: Eko’7 Saúde.

Deixe um comentário.

Faça login com seu e-mail.