Estresse e ansiedade afetam o sono

Estresse e ansiedade afetam o sono

O isolamento social, provocado pela pandemia e a crise mundial que estamos enfrentando tem sido um dos principais fatores que têm gerado ansiedade e estresse na população, através de pensamentos negativos e incertezas para o futuro, consequentemente afeta a qualidade do nosso sono.

Segundo a Associação Brasileira do Sono, as pressões e a competitividade da vida moderna tem feito com que as pessoas durmam cada vez menos.

A redução do tempo ou a privação de sono produzem efeitos danosos ao organismo, incluindo prejuízos cognitivos, aumento de irritabilidade e da liberação de cortisol e ACTH (hormônios relacionados com o estresse).

Diante da situação atual, dormir bem é a melhor arma contra o adoecimento mental e físico e para isso, separamos algumas dicas para você ter um melhor desempenho do seu sono:

  • Estabeleça horários para dormir e acordar, crie uma rotina, isso é fundamental para o organismo e o ritmo biológico;
  • Evite consumir bebidas alcoólicas ou energéticas antes de dormir, elas podem ser prejudiciais para o sono chegar. O álcool mesmo que apresente uma sensação relaxante corrompe a qualidade do sono;
  • Diminua o uso de smartphones e aparelhos eletrônicos, de preferência desative-os duas horas antes de dormir. As luzes geradas pelos dispositivos eletrônicos são extremamente estimulantes, comprometendo o relaxamento do nosso cérebro;
  • Evite dormir muitas horas durante o dia, pois com a alteração do ritmo biológico pode-se desencadear um quadro de insônia;
  • Pratique exercícios físicos durante o dia e aproveite para pegar um sol. A estimulação gerada pelas atividades auxilia a ter um melhor desempenho do sono, se feito durante o dia nosso corpo e cérebro entende que o dia foi feito para estarmos ativos e a noite para o descanso;

Ir para a cama sem sono pode aumentar a ansiedade, nosso cérebro interpreta que a hora de deitar associa-se como um momento ruim, portanto, é indicado seguir as dicas descritas acima para um sono saudável.

Fonte: EBC, Eko’7 Saúde.

Deixe um comentário.

Faça login com seu e-mail.