Seis dicas para melhorar o sono do seu bebê

Seis dicas para melhorar o sono do seu bebê

Um dos primeiros alertas aos pais de primeira viagem são as horas de sono que, após o nascimento do bebê, por vezes deixam de ser tão tranquilas. Até completarem seis meses, em um geral, as crianças costumam acordar várias vezes pela madrugada, mas varia muito de acordo com o ritmo de sono de cada bebê.

Há uma estimativa média de sono diário que gira em torno de 15 a 16 horas dia, o que inclui as sonecas até o terceiro mês de vida. Acontece que, muitas crianças acaba, trocando o dia pela noite, se você está com dificuldade para fazer seu bebê dormir, se liga nas dicas:

  • Assim como os adultos, crianças também precisam ter uma rotina de sono estabelecida, está também uma forma de sinalizar ao bebê que está chegando a hora de dormir e deixá-lo mais seguro com o que vai acontecer.
  • Observar as vestimentas do bebê é muito importante, às vezes a roupa pode estar desconfortável. Quanto menos ‘adereços’, melhor para a criança.
  • Use as horas acordadas no decorrer do dia para brincar bastante e ‘gastar’ as energias. Quanto maior o tempo despertado ao dia, mais longas as horas de sono à noite.
  • O uso de televisões, celulares e/ou tablets antes de dormir é contraindicado por conta das luzes que impendem a produção de melatonina, e consequentemente, prejudicam o sono. Portanto, nada de ver desenho antes de dormir.
  • Busque entender os sinais de sono que o bebê emite. Olhar distante, parado ou mais lento podem ser indícios de sono, e nessa hora, é interessante levar a criança até o quarto e aproveitar para fazer dormir de uma forma mais tranquila.
  • Caso precise dar de mamar ou trocar as fraldas tente não agitar a criança com barulhos, movimentos e evite ligar todas as luzes para que o bebê não desperte.

Se ainda assim, houver problemas recorrentes para dormir, converse com o pediatra para entender se é algo que precise der observado com mais seriedade. Desejamos a vocês ótimas noites de sono!

Fonte: Eko’7 Saúde


GOSTOU? COMPARTILHE POR AÍ! COMENTA

Deixe um comentário.

Faça login com seu e-mail.